Perspectivas para 2018 e 2019 na economia – Sachsida

sachsidaNão é a primeira vez que falo do Sachsida por aqui, o mestre sem dúvida é um dos melhores economista hoje no cenário brasileiro. Se fosse presidente Sachsida seria meu ministro da fazenda.

Nesse vídeo abaixo o Sachsida faz uma leitura da economia atual e traça uma perspectiva do que virá para 2018 e 2019, confesso que ele foi bem moderado nos cenários, para mim vejo a situação bem pior do que a que ele traçou.

Depois falo do colapso das contas publicas me chamam de louco, falam que não entendo nada, vou continuar de camarote esperando os desfechos e torcendo para alguns tesouretes acordarem para a vida. Assistam o vídeo porque é muito importante para ter uma noção do que está por vir.

 

29 thoughts on “Perspectivas para 2018 e 2019 na economia – Sachsida

  • 8 May 2017 at 20:33
    Permalink

    Um adendo: olhando pra trás arrisco dizer que o Temer tem sido um grande estrategista. Lançou a reforma da previdência mas logo depois começou a pautar no congresso vários outros projetos como a reforma trabalhista, terceirização, teto, etc, assim ele conseguiu medir o apoio dos políticos e a reação dos sindicatos pelegos e dos mortadelas.

    Reply
    • 8 May 2017 at 21:14
      Permalink

      o problema é que se ele fracassar em uma tem grandes chances de sucumbir todas as outras e o que poderia ser um folego para o país vai ser a ultima pá de cal

      Reply
  • 8 May 2017 at 19:56
    Permalink

    Olá, VdD.

    É meu primeiro comentário aqui. Obrigado pelo espaço.

    Bom, direto ao vídeo agora:

    – Final da década de 70 igual aos início dos anos 2010. Discordo. Pra começar, o país estava num governo militar. Não existia todo a legislação fiscal que existe hoje. O sistema financeiro nacional era outro (algo importante pra se falar em inflação).

    – 2018 ser igual ao final do governo Sarney. Discordo. Pra começar, a Constituição era recente. Sarney era um completo fracasso, imprimia dinheiro a rodo (dai a inflação) e não fez nenhuma reforma liberalizante, pelp contrário, era um inflador do Estado.

    – Inflação daquela época e de agora. Sachsida parece (ou faz que parece) nâo conhecer a real causa, qual seja, o aumento da oferta monetária. Até 94 as contas e o tesouro brasileiro eram uma verdadeira farra. Os detalhes sórdidos são contados no livro “3000 dias no Bunker” do Guilherme Fiúza. Desde o Plano Real temos inflação “controlada” (pra nível Brasil) pois a causa verdadeira foi atacada. Simples assim.

    – Meu último comentário, pois depois desta parte parei de ver o vídeo. Sachsida fala que o ajuse fiscal deveria ser mais rápido e que a reforma da previdência esta ruim pois deveria ter mais isonomia. Quanto ao ajuse fiscal o Sachsida quer o que de um governo tampão diante do atual congresso? Me parece que ele fala algumas coisas pra cair no gosto de quem ouve. Sobre a previdência, nenhuma reforma vai ser isonômica, inclusive o sistema previdenciário do Brasil nunca foi igualitátio. E o Sachsida quer o governo Temer resolva isso? Por último, sistema previdenciário isonômico só quando for alterado pra Capitalização com contas individuais. O resto é só engodo.

    Um abraço.

    Reply
    • 8 May 2017 at 21:13
      Permalink

      Olá Pedro

      quando ele diz que vai se repetir não quer dizer que vai sair exatamente da mesma forma

      sobre a inflação ele não disse que vai voltar, como não viu o vídeo completo vc chegou em conclusão precitada, mas considerando nosso governo não descarto eles voltarem com a inflação em ultima instancia.

      o governo do Temer “não tem o compromisso com eleitorado” bem entre aspas, então se tem alguém que poderia fazer as mudanças necessárias esse alguém seria ele, claro se tivesse a firmeza que esperaria que ele teria

      Reply
      • 8 May 2017 at 22:02
        Permalink

        VdD,

        Se eu afirmei que o Sachsida falou que será igual, não foi a intenção.
        Porém, o Sachsida deixa bem claro que os períodos são parecidos.
        Sobre a inflação, ressaltei isso pois só quem não estudou a hiperinflação do final dos anos 80 inicio dos 90 pode comparar os períodos. São períodos tão diferentes na gestâo fiscal e no mercado bancário. E o Sachsida falou sim de inflação entre os periodos, por mais que ele tenha dito que não acredita em alta da inflação.
        Se você quiser afirmar que fui preciptado tudo bem, mas parei o video antes do fim pois achei enfadonho e bastante “falando o que os outros querem ouvir”.
        Mas obrigado pelo espaço de qualquer forma.

        Reply
      • 8 May 2017 at 22:11
        Permalink

        Adendo ao último comentário: FHC no primeiro mandato fez toda a reforma do sistema bancário através do PROER, fez a primeira reforma da previdência (em 1998), privatizou algumas estatais e por ai vai. Isso tudo num governo eleito.
        Então, isso de precisar de um governo tampão pra fazer reformas não tem respaldo histórico.
        Sinceramente, eu não sou pró- Temer, sou pró-reformas, mas não tenho conseguido entender as críticas ao governo atual. Não entro aqui nos detalhes dos podres dos atuais políticos (corrupção e etc), pois isso é reflexo do Estado inchado.
        Óbvio que o Temer não é um liberal, que esta fazendo isso por necesidade, mas e dai? Melhor atitudes do que discursos.

        Reply
        • 8 May 2017 at 22:22
          Permalink

          oq o sachsida falou é mais ou menos parecido com o seu embasamento pra argumentar e defender sua ideia, vc invocou um momento no passado para servir de plano de fundo para ilustrar oq vc quer dizer, o sachsida fez o mesmo, porém vc não captou a ideia, e achou que as comparações não tinham a ver com o momento atual

          o menso valeria para uma reforma, se vc olhar os políticos hoje tão preocupados com esse “politicamente correto” e a força que a mídia principalmente internet tem nas medidas, realmente é uma tarefa bem mais difícil fazer essas mudanças que acabam tendo que cortar na carne hoje pra evitar o pior amanha.

          então essas mudanças dificilmente seriam encabestratas por um governo que tivesse se comprometido tanto durante a campanha, utilizando o mesmo raciocínio seu em outros comentário, o passado o cenário é totalmente diferente do atual

          Reply
  • 8 May 2017 at 09:56
    Permalink

    Estes economistas… sem tivessem mesmo certeza das suas posições seriam todos traders, entrariam long ou short e deixariam o barco correr. Mas ficam todos no “eu acho”. Conte quantos “eu acho” foram ditos neste vídeo. Não estou colocando em descrédito o posicionamento dele, a função dos economistas a grosso modo é “achar” mesmo, mas “eu acho” não define futuro de ninguém. Concordo com o que ele falou que a próxima eleição será tipo aquela da época do Collor, Dória está despontando aí como o novo Collor, o novo salvador da pátria, e isto é deveras perigoso.

    Abraço!

    Reply
    • 8 May 2017 at 13:01
      Permalink

      Olá Abacus

      Em economia nada é certo, tudo depende de muitas variáveis, mas se vc não fizer projeções vai acabar vivendo no passado é preciso ter uma noção do que vem pela frente, se vai acertar 100% não sei na verdade não precisa de ser cirúrgico.

      Quanto a Dória acho que ele não vai se candidatar, eu também não confio nele.

      Reply
  • 7 May 2017 at 12:26
    Permalink

    Sobre o video, acho interessante quando temos bate papo saudável onde possamos ouvir e falar sem agressões e analisando cada ponto de vista. Concordo com eles em muitas coisas mas também discordo em muitas ouras. Os pensamentos são diferentes mas algumas ideias são iguais a diferença é ajustar isso com alguns detalhes a mais em conversas ponto a ponto.

    Quanto à economia e eleições futuras, também tenho essa preocupação. A parcela sem intrusão, militante e baderneira é maior que a parcela que analisa mais antes de falar e até mesmo que respeita diferentes opiniões.

    Não entrarei no mérito de apontar o que concordo e o que não concordo pois não é o propósito do blog.

    Abraço!

    Reply
    • 7 May 2017 at 14:43
      Permalink

      minha intenção ao publicar o vídeo foi trazer uma perspectiva de um cenário futuro principalmente a nível econômico, nem tive muito a intenção de pinçar acerca do cenário politico, é que um fica ligado ao outro e não tem como falar de um sem mencionar o outro, mas o foco era a economia, o Sachsida é pra mim de longe o melhor economista hoje no Brasil, gosto muito das suas analises e por isso procuro sempre compartilhar seus vídeos por aqui

      Reply
  • 7 May 2017 at 11:52
    Permalink

    Apesar de ainda não ter assistido ao video vou fazer uma colocação em relação aos comentários que li e depois que assistir ao video falo sobre.

    Não gosto muito de falar sobre política mas o que vejo é: Todos os politicos tem envolvimento. Todos os politicos fazem política com a intenção de angariar recursos ou então influência para sua causa e seu partido. Dilma caiu, Lula roubou muito junto com outros, delações premiadas estão sendo executadas e tem gente dizendo que é conspiração e que nada disso aconteceu, Lula e o PT é santo e nenhum dinheiro foi roubado, pessoas estão indo à frente do Juiz e dizendo que estão dispostos a devolver 20 milhões de euros que foi recebido de propina e a culpa disso acaba sendo do juiz, tudo não passa de uma conspiração. O juiz é ladrão e tem pacto com partidos políticos inclusive dos EUA. Os serviços públicos são horríveis, nada funciona direito mas privatizar faz mal ao país! Empresa privada presta bons serviços porque visam lucro, não trabalhou? É mandado embora! Temer e sua equipe assumiu o poder e está tentando melhorar a economia mas até onde? Até onde a intenção é 100% de tornar a vida dos brasileiros melhor? Até ele querer mudar a previdência e as leis trabalhistas? Mudar a previdência é uma forma de monetizar os bancos mais ainda de outro lado não fazer isso é uma forma de deixar o dinheiro nas mãos do governo para fazer politicagem e corrupção. Reforma trabalhista acaba com a obrigatoriedade de pagar sindicato, isso pode afetar a esquerda mas por outro lado pode acontecer mais trabalho informal, quem vai saber o que é bom? Somente quem passa por isso. Salários absurdos de políticos, mordomias, regalias, decisões que não favorecem o povo acontecendo a todo instante e desde muitos anos. Juizes do STF dando aula de serem supremos perante o povo brasileiro que deveria ser soberano, uma vergonha esfregada na nossa cara nos chamando de burros. É assim que funcionamos. Se tivéssemos um congresso sério e decente a primeira coisa a se fazer seria diminuir os salários e as regalias doss políticos. Acabar com a reeleição para não gerar esse esquema todo para que se perpetuem no poder e possam governar sem preocupação de rivalizar com outro candidato. Colocar voto distrital para que voce possa conhecer e cobrar do seu político e não eleger pessoas que ninguém conhece só porque no mesmo partido tem um pastor, um palhaço ou outro artista que vai receber milhões de votos e levar junto essas pessoas.

    Enfim, o que quero dizer é que não temos uma solução rápida nem um certo e um errado. Muita coisa acontece, muita moral dita por pessoas que não tem moral. Políticos pagando de salvadores do povo mas com esquemas por trás. Múmias na política há mais de 40 anos, fazendo o bem para o povo? Políticos tirando direito de juizes e procuradores investigarem certas coisas e por ai vai.

    O texto foi grande e sem parágrafos propositalmente. É um assunto muito difícil de se discutir e achar uma solução não agrada aos políticos. A única coisa que sei é que nunca serei supremo. Não tenho cacife para isso!

    Abraço!

    Reply
    • 7 May 2017 at 14:13
      Permalink

      BPM resolver esse problema é coisa de longíssimo prazo, a questão é que hoje somos muito imediatistas ou sai agora ou não queremos

      enfim acho que existem coisas que podem ser feitas que trariam benefícios e corroboraria para caminharmos nesse sentido de melhoras

      o que vc levantou de não permitir reeileicao, seria uma delas, outra seria acabar com o voto obrigatório, o que faz o cara votar nessas bizarrices politicas não é o fato de ser ou não distrital, mas sim de ser obrigatório

      Reply
  • 6 May 2017 at 00:08
    Permalink

    Ótimo vídeo e esclarecedor e tenebroso.
    Mas uma coisa é certa o novo presidente irá pegar uma batata quente, se não tiver punho forte, irá fazer do jeito tradicional deixa volta a inflação depois resolvemos aos poucos. Pois não tem dinheiro para nada.
    Excelente vídeo.

    Reply
    • 6 May 2017 at 00:45
      Permalink

      A situação já é complicada Misael, e o pior que se não fizerem a coisa certa agora a coisa vai piorar e muito!

      Mas os esquerdonhos acham que nada disso vai acontecer que não existe nada de ruim e as contas publicas brasileira não vão colapsar porque senão o mundo inteiro vai ruim.

      Reply
  • 6 May 2017 at 00:05
    Permalink

    Interessante o vídeo VdD! Ainda estou assistindo, mas ja to postando kkk.

    Acho que junho vou pras europa de novo, dependendo, quem sabe nao combinamos uma coca cola ai na alemanha!!

    Abração

    Viver de Construção

    Reply
    • 6 May 2017 at 00:40
      Permalink

      Saschida é top cara, tem outros vídeos fantásticos no canal dele, já chamei ele pra fazer um hanghout comigo, mas o cara é agarrado d+ quem sabe um dia num tenho o privilegio.

      Ele fez um livro muito bom, principalmente pra quem é empresario, recomendo a leitura

      Opa coca cola e bom papo, vai uma garrafa de 2L brincando :)

      Reply
  • 5 May 2017 at 18:19
    Permalink

    Que medo! Queria mesmo é me mandar com todo meu patrimônio pra fora deste país…

    Reply
    • 5 May 2017 at 21:17
      Permalink

      #partiuAlemanha ?

      manda a grana pra bolsa de NYSE e vai viver nas Europa ou Cingapura

      Reply
  • 5 May 2017 at 12:06
    Permalink

    Assisti ao vídeo. Bullshit total como fala o Bastter. O cara não apresenta nenhum dado concreto para embasar suas opiniões. Aliás, o vídeo é uma colcha de opiniões, não vale como referência para nada, a não ser para diversão.

    Reply
    • 5 May 2017 at 21:13
      Permalink

      Contesta-lo sem contra argumentos deve ser muito pior né?

      como discutir com um indivíduo que ignorantemente tenta desmerecer o interlocutor e não foco na opinião, isso pra mim é Bullshit

      Reply
  • 5 May 2017 at 10:30
    Permalink

    Disse muitas verdades. Muito bom.
    Só um ponto, não sou petista, não me considero de esquerda, acredito que o PT tenha ajudado demais a afundar o país, mas como o próprio Emílio Odebrecht disse, nunca viu política ser feita nesse país sem caixa 2 ou propina. Essa lambança toda, não tem TAG, não tem partido, ela vem de muitos anos. É cultural. Precisamos mudar isso, passar outros valores para nossos filhos, principalmente.
    É muito complicado porque uma pequena fatia da sociedade, não quer abrir mão de nada, enquanto uma grande fatia não tem quase nada, e terá menos ainda. Pra mim, a diferença social só tende a crescer como ele comentou, com mais diferenças sociais, aumentará a escalada da violência.
    O ajuste fiscal, as reformas são sim necessárias, mas por onde começar? Como fazer? E a reforma tributária? E o destino do dinheiro público. Percebam, temos um déficit sim, mas enquanto algumas torneiras estão totalmente abertas, tentamos fechar e apertar algumas outras.
    Farei uma pequena analogia: falta de água em SP. Fizeram um terrorismo com a população, disseram que as pessoas estavam gastando muita água e que a SABESP tomaria precauções, fariam rodízio. Por outro lado, ninguém deu atenção (ou deram mínima) para os casos de vazamento de água que são de responsabilidade da própria administradora, e que correspondem a mais de 30% do desperdício. Entendem a lógica?
    As contas não fecham, estado inchado, políticos se aposentam com 8, 12 anos, por muitas vezes integral. Temos um déficit sim, mas o (des)governo brasileiro (que já vem de muitos anos), não tem interesse em perder esses benefícios para melhorar a situação. O Brasil é um país que tem que trabalhar muito para manter sua máquina funcionando. E isso custa caro para todo a sociedade.

    Reply
    • 5 May 2017 at 21:11
      Permalink

      então diogo entendo o q vc diz, mas o fato de todos os outros governos roubarem não dá o direito dos petralhas roubarem, não sei se vc quis dizer isso, mas só pra deixar esse ponto claro no seu ultimo comentário

      alem do mais desviar dinheiro publico para enriquecimento próprio já é muito ruim, agora roubar para montar um esquema de perpetuação no poder, roubar para financiar movimentos ideológicos, isso é inadmissível e por isso acho que o PT e sua turma devem ser ainda mais severamente punidos

      acabar com corrupção é muito difícil, é trabalho pra gerações martelando contra isso

      Reply
    • 5 May 2017 at 10:08
      Permalink

      Valeu Mestre

      Reply
  • 5 May 2017 at 02:23
    Permalink

    O cara sabe muito!! Essa é a realidade, nosso país infelizmente caminha para o caos.

    Reply
    • 5 May 2017 at 04:26
      Permalink

      de fato GF, nada é tão ruim que não possa piorar

      Reply
  • 5 May 2017 at 01:40
    Permalink

    Boa análise!

    Em relação ao Governo Temer, acho que há séria falha na comunicação. Venceu, pelo menos até o momento, o discurso da esquerda de retirada de direitos dos trabalhadores e de que ninguém mais vai se aposentar. Em parte, a culpa é da estratégia “bode na sala” tentada no começo pelo Governo, e que não surtiu o efeito esperado. Agora estão tendo de recuar a um ponto que demonstra fraqueza.

    Justiça seja feita, Temer está tentando atacar pontos importantes do déficit fiscal. Mas é muito difícil para um governo tampão, cuja legitimidade é questionada diariamente, fazê-lo, ainda mais com um Congresso todo enrolado com denúncias. A eleição do ano que vem atrapalha ainda mais, já que os congressistas, mais do que nunca, querem garantir novos mandatos para salvar a própria pele e ficam muito sujeitos à pressão das ruas e dos movimentos organizados (sindicatos etc).

    Na comparação do cenário das eleições do ano que vem com o de 1989, acho o Sachsida até otimista. Mal ou bem, aquela turma toda que ele citou era formada por políticos experimentados, um Mario Covas, Ulysses Guimarães, Afif etc. E havia toda uma expectativa da população em poder votar novamente para presidente depois de mais de 25 sem eleições diretas.

    Hoje, a população está bastante desiludida com a política, e os grandes nomes, com raras exceções, estão todos sujos. O risco é de, como em 1989, elegermos um outsider despreparado, tipo o Collor. Mas o pior cenário de todos seria, afora a eleição de um doido outsider, a eleição de um Congresso fragmentado, em que mesmo com a maior boa vontade um presidente sério teria dificuldades de aprovar reformas impopulares, levando à economia ao colapso.

    Realmente, as previsões para os próximos anos não são nada alentadoras, VDD.

    Reply
    • 5 May 2017 at 04:25
      Permalink

      Grande Imago

      Sobre o Temer acho que ele teve que se comprometer muito com peças bastante complicadas para conseguir chegar no poder, agora ele firmou compromissos com esses caras e fica difícil conseguir fazer um governo serio sem ferir interesses, não vejo pulso forte nele pra peitar essa situação.

      Ele demorou muito pra colocar essa questão das reformas em votação, ele tinha que ter sacramentado isso o quanto antes, agora vão utilizar isso para bater no PMDB a torto e direta.

      Sobre a próxima eleição, quanto a nomes na verdade a crise de liderança não está exclusivamente aqui, pelo menos isso nos conforma que a carência de nomes está espalhada pra todos os cantos. Com relação ao novo possível futuro presidente outsider, concordo que temos grande chance de ver um novo Collor e a aparição de um salvador da pátria, do cara que vai revolucionar o país, enfim só espero que não nos decepcionemos com ele como foi com o Collor.

      Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *