Como declarar ações na bolsa no CBE

Como declarar ações na bolsa no CBE

Esse ano passamos do step de 100k de dólares investidos na bolsa americana, a bola de neve está crescendo a cada ano, porém ao quebrar essa barreira psicológica dos 100k vem junto uma nova obrigação. Declarar no Banco Central a ficha do CBE – Capitais Brasileiros no Exterior que obriga uma declaração anual para quem ultrapasse a marca de 100.000,00 dólares no exterior.

Relembre aqui no meu Instagram:

Finalmente virei a casa dos $100k de portfólio na bolsa de Nova York 🗽agora rumo aos 200k 💸🇺🇸📈

Uma publicação compartilhada por Viver de Dividendos (@viverdedividendos) em

Lembrando que o blog ajuda diversas pessoas a investir na bolsa americana, e tudo diretamente do brasil. Para saber mais como abrir conta numa corretora americana e começar a investir em dólares, consulte esse artigo.

Ano passado a declaração anual do CBE começou em fevereiro e foi até abril, este ano ainda não tivemos data divulgada, mas vamos adiantar o tutorial porque sei que tem leitores ansiosos.

Primeiro precisamos de definir onde você está, basicamente temos aqui três grupos de indivíduos:

  1. Possuem MENOS de $100.000,00 no exterior: Esses não precisam de fazer nada no BCB, apenas continuam o trabalho de aporte que logo logo chegarão lá, e compre o express pra não andar um passo e voltar dois ;)
  2. Possuem MAIS de $100.000,00 (cem mil) no exterior: Esses precisam de fazer uma declaração anual no Banco Central do Brasil. É esses que vamos mostrar no tutorial abaixo.
  3. Possuem MAIS de $100.000.000,00 (cem milhões) no exterior: Esses precisam de fazer declaração a cada trimestre. Pode parecer trabalhoso, mas sinceramente quem aqui não desejaria ter 100kk no exterior, eu mesmo declararia todo tri e até todo o dia se fosse obrigatório, e faria isso feliz da vida kkkk

Se quiser ir direto para o tutorial explicativo só rolar mais abaixo, pois o tópico “Os últimos dados” possui apenas informações irrelevantes para execução do tutorial.

Os últimos dados

Os últimos dados anuais publicados são do final de 2016 e o estoque de ativos brasileiros no exterior atingiu o seu mais alto nível de todos os tempos. Chegando a incríveis $457 bilhões o maior valor da série histórica com um aumento de 3,1% em relação ao ano anterior.

Se observar no gráfico acima vai perceber que de 2013 a 2014 tivemos o maior salto no estoque de ativos, representando um crescimento de +15% de um ano para o outro, incorporando mais de $54 bilhões. Isso deveu-se por brasileiros que aderiram ao RERCT, aquele programa que legalizava as proprinas lá fora que os políticos aprovaram uns anos atrás, relembre aqui nessa matéria: Ex-gerente da Petrobras usou a Lei de Repatriação RERCT para lavar dinheiro, diz MPF: Fonte G1 esse país nosso é uma piada pronta.

Sigamos… em 2016 os investimentos com participações diretas em empresas foram de 73,4% seguidos de saldos em conta com 9,9% e investimentos em bolsa com 6,9%. Se acompanha-nos aqui no blog, você teve boa parte de contribuição nesse último percentual. Somos aí $31,5 bilhões de todo o montante lá fora, se levarmos em conta que o volume diário nesse mesmo ano na Bovespa foi de $1,91 bilhões, não parece que estamos tão ruim assim. O brasileiro, cada dia que passa, tem descoberto e gostado dos mercados externos.

Apenas os estoques de ativos com participações direta de empresas os principais destino dos capitais foram: Ilhas Cayman abrigando 21,4% do valor investido (porque será hein?!?!), seguido das Ilhas Virgens Britânicas com 13,2% e Países Baixos com 12,7% vulgo Holanda.

Tutorial de como declarar o CBE

1 – Acesse o link abaixo e efetue seu cadastro.
Link CBE – Capitais Brasileiros no Exterior

2 – Em “Outras Opções” temos um link para “Cadastrar declarante

3 – Preencha os dados pessoais, no período-base selecione “2017 – anual ou o ano que você esteja fazendo.

Lembrando que se você estourar os 100k no dia ultimo dia do ano terá que fazer a declaração. Por exemplo, no meu caso, estourei os 100k no final de outubro conforme podem ver no post do Instagram e mesmo assim terei que fazer a declaração de 2017, isso porque o que importa é o quanto você tem na virada do ano.

Até o momento da publicação deste artigo o ano de 2017 ainda não tinha liberado a declaração anual, então nos exemplos abaixo usaremos o ano de 2016, mas o conceito é exatamente o mesmo de ano pra ano.

4 – Depois de cadastrado, você será redirecionado para o sistema da declaração, entre no menu “Declaração” escolha o item “Portfólio – Participação societária

Existem dois tipos de declaração para ações nesse menu o primeiro é “Investimento direto” que é quando o investidor brasileiro possui +10% do patrimônio da empresa. Já, se você não possui +10% da empresa ou fundo, você deve declarar nesse item de Portfólio.

5 – Na tela que irá se abrir clique em “Incluir” e depois preencha a declaração conforme segue.

  • Moeda do investimento:  coloque 220 para carregar o dólar.
  • Valor de mercado: veja o quanto você tinha na bolsa no ultimo dia do ano, se você precisar de ajuda colocamos um Pack bônus no final do artigo mostrando como puxar isso.
  • Valor patrimonial: se a empresa não está listada na bolsa deve informar aqui o valor que possui na corporação, como não é nosso caso, vamos deixar em branco.
  • Valor dos rendimentos: pegue tudo que recebeu e coloque aqui, lembrando que deve ser o valor em dólar, não converta os dividendos. Aqui cabe uma nota:

    Quem investe aqui na DriveWealth e tem conta na corretora sabe que eles descontam 30% do IR retido no tio Sam, ocorre que não encontrei em nenhum lugar se ali deve ser informado o valor Bruto que é os dividendos sem abater o imposto pago lá, ou se é o valor liquido. A minha interpretação é que seja informado o valor Bruto, mas não encontrei nenhum texto para corroborar esse raciocínio. Então na pior das hipóteses em se tratando de impostos, sigo o conselho do meu contador: se for pra errar, melhor errar pra mais do que pra menos.

  • País do emissor e País de aquisição: ambos os casos informe o 02496 que representa o Estados Unidos.
  • Clique em Salvar.

Você pode lançar aqui ação a ação ou se preferir pode agrupar os ativos, desde que sejam do mesmo prazo e país.

Se as informações podem ser agregadas numa mesma ficha, então optei por lançar tudo junto de uma vez. Até porque não faz sentido algum, lançar separado já que não pede informação alguma sobre o que é o ativo, ficaria um monte de valor tudo solto e no final o BCB só consegue confirmar o quanto você tem no exterior e não em quais empresas exatamente, a menos, é claro que solicitem algum pedido de informação especial ao governo americano.

Clique em Salvar e irá ser redirecionado para a próxima tela de confirmação.

6 – Nessa tela apenas clique em Voltar.

7 – Agora vamos finalizar a declaração, indo no menu “Declaração” e depois em “Finalizar declaração”

8 – No final só clicar em Finalizar se você não participou do RERCT só marcar o não.

Pronto sua declaração está feita. Agora só agendar no seu Things pra ele te lembrar o ano que vem de fazer novamente.

Pack bônus: Pegando os valores das ações e dividendos do ano

Se você é um acompanhante do blog sabe do poder do Banktivity, então precisaremos de recorrer a esse garoto para nos ajudar nessa tarefa. Vou mostrar a vocês como retirar essas informações lá do Bankitivity.

Ah Viver de Dividendos, eu não tenho Mac… Bom aí amigo você precisa de refletir e começar a pensar em investir em você mesmo, aqui eu explico como comprar um Mac a um preço justo. Ah Viver de Dividendos, eu tenho o Mac mas ainda não comprei o Bankitivity… Então você merece sofrer mesmo kkkkk quando forem comprar usem o link do blog pra cair umas balas aqui pra nós.

Brincadeiras a parte, vamos ao que interessa.

1 – Primeiro precisamos de pegar o quanto tínhamos em capital na bolsa no ultimo dia do ano, esse é bem fácil e basta ir na conta da DriveWealth no Banktivity e clicar em Summary. Depois coloque o mouse sobre o ultimo mês do ano e anote o valor que aparece em Market value.

2 – Agora vamos pegar os dividendos, abra o relatório de This Years Expenses e clique no botão de EDIT. Mude o Currency para Dólar, em Report On troque para Previous Year e clique na guia Accounts.

3 – Marque apenas a conta DriveWealth para não misturar dividendos de outras contas de investimento que por ventura tenha. Clique em Save no canto da tela. Ele irá gerar um relatório anote o número que consta na categoria de Dividendos. Espero que você tenha categorizado-os em uma categoria certa.

Conclusão

Esse aí é nosso governo cada vez mais burocrático, mas fazer o que né! Tem que jogar conforme a música, se essas são as regras, vamos segui-las. Se você gostou do nosso artigo colabore divulgando nosso trabalho para seus conhecidos e se inscreva nos nossos canais.

Gostou do blog? Então se inscreva nesse link para receber as atualizações via e-mail e curta nossa pagina no Facebook.

 

 

 

Principais dúvidas ao enviar dinheiro ao exterior

Principais dúvidas ao enviar dinheiro ao exterior

Vamos responder alguns das principais dúvidas na Remessa Online, também vamos apresentar algumas regras novas e falar dos descontos promocionais para assinantes do canal.

Tivemos aqui novidades importantes acerca do nosso cupom de desconto que agora está valendo para valores menores que R$ 5.000,00 então utilize o cupom: viverdedividendos na hora de fazer suas remessas.

Também tivemos um aumento no limite para transferencias com cadastro simples, agora passando para R$ 50.000,00 semestrais que devem ser feitos em duas operações uma de R$ 30.000,00 e outra de R$ 20.000,00. Lembrando que para fazer o cadastro simples basta apenas identidade e comprovante de endereço.

Lembrando que aqui mostramos como fazer a sua remessa para o exterior na pratica. A remessa on-line pode ser utilizada na corretora DriveWealth onde é possível operar no mercado de ações americano, e também na Leupay onde mostramos como abrir uma conta corrente no exterior e solicitar cartão de credito sem IOF e anuidade.

Nesse vídeo falaremos sobre:

  • Porque meu limite de transferencia é baixo?
  • O que é cadastro simples e completo?
  • Quanto tempo para o meu dinheiro cair na conta da corretora?
  • O que fazer quando não tem receita comprovada no IR?
  • Preciso declarar a remessa no IR ?

O cupom viverdedividendos é valido apenas para moedas Dólar, Euro e Libra. Porém depois do video o pessoal da Remessa me passou um novo cupom adicional para quem desejar enviar outras moedas, como dólar canadense, yen japonês, utilize esse cupom de desconto: viverdedividendos15 (apenas para outras moedas que não forem Euro, Dólar ou Libra).

Te enganaram: Tesouro Direto rende menos que Poupança

Tesouro Direto rende menos que PoupançaVamos ver porque te enganaram pois o Tesouro Direto rende menos que Poupança, vou mostrar nos números que um investidor que colocar uma grana na Poupança termina com mais dinheiro do que um cara que colocou o dinheiro no TD. Além de mostrar que você está ganhando menos vamos ver quais os riscos de ter um calote e você terminar com uma mão na frente e outra atrás.

Antes de assistir o vídeo responde esse nosso questionário:

 

Veja esse artigo no qual explico o risco de calote no Brasil que vem crescendo a cada ano.

Escutei uma frase certa vez que diz o seguinte:

Quando uma empresa quebra e não consegue pagar as contas ela fechas as portas, quando um país quebra e não consegue pagar as contas o povo paga a conta.

Segue abaixo copia do calculo o TD pode alterar esses cálculos com o tempo, então se esse artigo não estiver batendo deve ser alguma mudança no site deles.

calctd

 

 

 

Rumo a independência financeira com empresas de crescimento de dividendos

timemoneyMeu plano de independência financeira será alcançado quando os dividendos conseguirem cobrir minhas despesas mensais. Chegar nesse momento é importante, mas manter uma taxa de crescimento dos seus dividendos por várias décadas depois disso, é ainda mais importante.

Eu travei alguns pontos importantes na minha estratégia financeira, gostaria de compartilha-los com vocês:

  1. Eu compro ações de empresas de crescimento de dividendos que tenham distribuições de dividendos sustentáveis.
  2. Tento comprar empresas de qualidade que irão crescer seus lucros e receitas por um longo período de tempo.
  3. Diversificar meu portfólio com pelo menos 30 ou mais ativos de industrias e setores distintos.
  4. Sempre ter um plano de saída para cada empresa/fundo adicionado na carteira. (outro momento podemos conversar sobre como montar esse plano de saída)
  5. Olhar constantemente a lista de empresas de crescimento de dividendos para analisar possíveis adições ao portfólio.
  6. Analisar pelo menos uma vez por ano as empresas que possuo.

Você deve sempre me escutar a falar de empresas de qualidade, pra mim são aquelas empresas que possuem vantagens competitivas e grandes fossos que lhe ofereçam forte poder de precificação dos seus produtos. Essas empresas geralmente tem marcas forte e são lideres em seus setores, ou possuem algum monopólio em determinada área, ou fornecem produtos/serviços a um baixo custo. Outra característica de empresas de qualidade é elevada barreira a entrada de novos concorrentes, alguns setores por natureza já nos proporcionam isso.

Geralmente opto por escolher empresas que oferecem um crescimento de dividendos pelo menos uma década. E que tenham um crescimento nos dividendos de pelo menos 4% e que esses dividendos estejam seguros por um payout razoável. A partir daí começo a olhar a empresa com mais detalhes e vejo como ela tem alcançado esse crescimento, se é através de aquisições ou organicamente. Depois de estudar o máximo possível da empresa e se determinar que ela é de qualidade e que tem grandes chances de seus dividendos continuarem a crescer, eu entro na minha conta da corretora e disparo uma ordem de compra.

Por outro lado se o balanço da empresa apresenta fraqueza após adiciona-la na carteira e meu plano de saída por algum motivo é disparado. Vendo a participação dela e reinvisto o dinheiro em outra empresa.

Tento manter o meu portfólio total em pelo menos 30 posições diferentes, e espalhando-os por diversos setores e subsetores. Claro que aqui existe bom senso, eu não entro em setores complicados como os de commodities, aviação, automóveis apenas por causa da diversificação. Na hora de aportar recorrentemente, opto sempre por comprar aquelas empresas que estejam mais desvalorizadas comparando a sua geração de caixa, não gosto muito de comprar o ativo que esteja mais abaixo, acredito que o importante é fazer uma analise do DCF e depois optar onde vai aportar, assim você beneficia as empresas que estejam realmente baratas e não aquelas que estejam com problemas e o mercado está precipitando pra baixo.

É importante manter desde cedo uma boa diversificação pois é certo que todos vão tropeçar no meio do caminho. Vão acabar escolhendo algumas empresas, que vão fazer feio. Basta olhar o menu de vendas aqui do blog. Um portfólio concentrado em 10 empresas apenas, digamos que 1 dessas empresas se saia muito mau, levará a uma perda de 10% da renda total de dividendos.

Em uma carteira com 40 ações, resultaria numa queda de 2,5% nos dividendos. No final se considerarmos todos os crescimento de dividendos das outras 39 empresas minha renda de dividendos praticamente ficará inalterada. Para os investidores que tiveram 10 ações na carteira as outras 9 empresas teriam que crescer os dividendos em 11%, algo bem difícil. Pense um pouco a respeito disso…

Colabore com o blog

Todo o conteúdo do blog é distribuído gratuitamente. Acredito que a informação deve ser democratizada, minha ideia ao criar o blog, foi acima de tudo, ser um instrumento para ajudar o pequeno investidor a conhecer e compartilhar informações sobre a bolsa de valores e o mundo dos negócios. Por isso sempre estou a produzir conteúdos relevantes ao tema, trazendo vídeos e artigos atualizados.

joker

Se você gosta do blog, se você já aprendeu algo por aqui, se você se identifica de alguma forma com o nosso trabalho realizado aqui e quiser demonstrar isso através de uma colaboração, utilize um dos botões na lateral do site para realizar uma doação única. Nós deixaremos nosso muito obrigado a você no nosso Papo de Dividendo.

Top10 maiores erros cometidos pelas grandes empresas: Yahoo

maiores erros cometidos pelas grandes empresas yahooVamos começar uma série de artigos mostrando os maiores erros cometidos pelas grandes empresas até hoje. Nesse vídeo vamos acompanhar o campeão de todos os erros já cometidos. O Yahoo foi responsável pelo que podemos considerar o maior erro de todos os tempos, ele não só como cometeu o maior erro como também foi disparado a maior empresa a cometer erros sucessivos.

Sempre falamos aqui no blog sobre os bons resultados, mostramos o lado bom das empresas e como elas vem obtendo sucesso nos seus negócios.

Acontece que nem sempre foi assim, muitos desses administradores e grandes empresas que admiramos já cometeram erros, alguns destes puderam ser remediados, outros foram fatais.

Muitas vezes aprender com seus próprios erros é fundamental, mas aprender com os erros dos outros é muito melhor, já diz o ditado: Porque cometer erros antigos se há tantos erros novos pra escolher?